Menu fechado

O que pode me dar esperança

Lamentações 3.21 ao 29

Nesta palavra de hoje queremos trazer à memória o que pode nos dar esperança. Precisamos entender que o nosso Deus é o confortador. Ele é o nosso ajudador. O Espírito Santo é quem nos assiste em nossas dificuldades e fraquezas. Todos nós passamos por momentos de luta, e às vezes sentimos tristeza, dor e cansaço. Estamos no meio de uma pandemia e o mundo ainda está de joelhos diante de uma peste invisível que aparentemente não é difícil de vencer, mas que tem abatido a muitos.

Cada um responde de forma diferente. Por vezes, fantasiamos que a nossa vida poderia ser como um êxtase contínuo, sem oscilações. Mas a verdade é que a nossa vida possui verões e invernos, dias e noites, desertos e mananciais e isso tem um propósito. Ninguém vive só de festa. Todos esses momentos são importantes para o desenvolvimento de nossa musculatura espiritual, emocional, relacional, familiar e ministerial.

Para termos uma musculatura firme e forte, é preciso o exercício da fé através da nossa forma de pensar, falar e agir, precisamos ter uma voz profética aliada a um estilo de vida que gera esperança ao nosso redor.

Por outro lado e pensando bem, a vida seria monótona e insípida se todos os dias fossem sempre ensolarados e nunca viesse a chuva. São os dias nublados que nos fazem valorizar o sol. Mas, quando o sol se torna causticante, ansiamos por dias frios e chuvosos. A vida ganha sabor e ganha gosto por essas diferenças, por esses contrastes, por outro lado, nos faz crescer e amadurecer para usufruirmos da benção da vida com valorização e propósito.

A nossa vida é cheia de circunstâncias e situações imprevistas, por isso estar convicto da nossa identidade em Cristo é fundamental. Há dias em que nos levantamos e somos verdadeiros matadores de gigantes. Em outros, porém, ficamos tão sensíveis que qualquer imprevisto nos paralisa. Há dias em que somos como um vulcão em erupção, expelindo fogo de Deus por toda parte. Em outros, nos tornamos traques, sem poder algum. Se não fosse a Palavra de Deus e a Sua presença em nós, não sei o que seria da nossa vida nesta batalha espiritual e física.

A angustia sempre vem e quando é prolongada causa prostração, desânimo e acomodação. Mas não podemos deixar nossa esperança se esvair. Se perdemos a esperança, perdemos os nossos sonhos, a empolgação, a motivação e a fé diante do impossível. Precisamos manter a nossa confissão profética diante dos ossos secos, nos momentos das circunstâncias contrárias.

O apóstolo Eliezer conta que muitas vezes depois de ministrar a palavra em ambientes pesados ou depois de uma  batalha espiritual, sai esgotado e sugado ao ponto de chegar em casa e não conseguir sair do carro, parece que ficou vazio e toda unção e vigor desapareceram, mas em vez de deitar e lamentar, vai orar e profetizar a Palavra de Deus e no meio da oração sempre vem um animo e uma força como furacão, ele fica como uma tocha acesa e todo cansaço e esgotamento desaparece gerando um animo novo e revigorante. Precisamos aprender com as crises e com as batalhas desta vida, mas não podemos ceder a elas, pois temos a Jesus que nos supre em tudo, só precisamos nos alimentar dEle todos os dias.

Sempre haverá esperança para o coração ferido. Há esperança para o coração abatido porque o nosso Deus é chamado o Consolador. Todos nós estamos sujeitos a tempos de luta. Nenhum de nós é imune. Portanto, a grande questão é: O que fazer nesses dias?

Quero compartilhar com você sobre o texto no início deste capítulo, que se encontra no Livro das Lamentações de Jeremias. No texto, Jeremias, o profeta de Deus, está passando por dias difíceis. A descrição que ele faz é repleta de ilustrações vívidas e tocantes. É como se ele dissesse: “Não acredito em mais ninguém, perdi completamente a esperança. Este mundo está perdido e completamente imerso no mal”. Por um momento ele ficou pessimista e negativista, mas graças a Deus, logo ele reagiu.

Ele demonstra que não aguentava mais viver assim. Mas derrepente ele  decide não se entregar e ele diz; a minha vida não pode ser desse jeito, não posso continuar nessa condição extrema de desconforto!” Ouça isso amados, a vida não tem sentido se não há empolgação, motivação, desejo, sonhos e esperança. A esperança é vida dentro da vida da gente.

É a esperança que nos permite desejar, comprar e desfrutar das coisas. É ela que nos gera expectativas de ir a lugares, conhecer pessoas, provar comidas diferentes, festejar, sonhar com a vida. Quando a esperança vai embora, não há mais combustível e a vida se esvai.

Jeremias estava vivendo uma situação de desmoronamento quando escreveu esse texto. O exército da Babilônia havia destruído Jerusalém e levado as pessoas para o cativeiro, entre elas estava o jovem Daniel e muitos outros, mas estes foram usados poderosamente por Deus na Babilônia.

A vida ali com Jeremias estava um caos. No meio dos escombros da cidade incendiada e destruída, Jeremias exclamou: “Quero trazer à memória o que possa me dar esperança!”

No meio de uma tribulação pessoal, será necessário nos posicionar a exemplo do profeta Jeremias e trazer à nossa memória, pela fé, as promessas de Deus que nos dão esperança. Traga à sua memória coisas que te façam bem, chega de lembranças ruins, chega de coisas negativas. Eu quero encher meu coração de coisas que podem me dar alegria, contentamento e paz, vou alimentar os meus sonhos com coisas boas.

Queridos, nestes dias de crise mundial, encha o seu coração de coisas que alimentam seu desejo de viver, de coisas que te motivem, te empolguem. Alimente o seu coração de coisas que sejam combustível para o seu espírito e alma, que possam produzir uma explosão para te levar adiante.

Deus e suas promessas são a resposta para todos os momentos da nossa vida. Devemos encher o nosso coração da esperança de Deus que está em Cristo Jesus nosso Senhor, nEle está a nossa salvação que é solidificada na vitória da cruz que foi selada na Sua ressurreição. Amém!

Esta salvação poderosa acontece com todos os que creem em Jesus como Senhor e Salvador. Se você crê e quer experimentar, confirme agora diante de Deus a sua fé em Jesus faça agora comigo esta oração, ore após mim: Senhor Deus criador dos céus e da terra, eu creio em Ti e em Teu Filho Jesus como meu Senhor e salvador. Entrego a minha vida a Jesus e peço perdão pelos meus pecados, eu recebo a vida eterna, quero hoje trazer a minha mente aquilo que me traz esperança em nome do Senhor Jesus! Amém!

 Agora nos fale nos comentários que você orou conosco, faça contato conosco, queremos orar pessoalmente e diretamente com você!

Esta Célula pertence a Igreja Apostólica Corpo de Cristo, nossos pastores são os Apóstolos Eliezer e Zenita, estamos a sua disposição, em breve estaremos de volta com os cultos da igreja!

Amamos vocês

Apóstolos Eliezer e Zenita

Imprimir
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta