Menu fechado

Uma alma curada se expressa

Salmo 30:11 e 12

Aqui o rei Davi estava transbordando de alegria e gratidão por tudo o que Deus tinha feito e estava fazendo na vida dele, ele disse: Converteste o meu pranto em festa, tiraste a minha tristeza e me cobriste de alegria, para que meu coração te cante louvores e não se cale. Senhor, Deus meu, graças te darei para sempre.

Esta festa era expressa em danças de alegria. Aprendemos neste texto de Salmos que não podemos deixar a nossa alma no silêncio, “pois uma alma curada se expressa.” É preciso manifestar a nossa alegria e gratidão a Deus por tudo que Ele fez e está fazendo por nós, pois isso agrada a Deus e nos desata para crescer e prosperar.

A gratidão gera alegria que precisa ser expressada e validada no nosso território, quando fazemos isso, carimbamos nossa alma e o nosso espírito com a paz, esperança e com o prazer da vida, isso desenvolve saúde e longevidade! Por outro lado, a alegria formoseia o rosto, quando somos gratos a Deus, Ele nos faz prosperar em tudo, a vida fica leve e prazerosa!

Em Provérbios 4:23 diz: De tudo o que se deve guardar, guarde o seu coração, pois nele está as fontes da vida”.  Isto é, nele depende toda a sua vida. Não podemos de forma nenhuma guardar coisas ruins dentro de nós. O ressentimento gera mágoa, se este sentimento ruim não for removido da nossa alma, a amargura brotará refletindo raiva e ódio, alimentando assim sentimento de vingança. Estes sentimentos devem ser jogados fora, pois é veneno e adoece nosso espírito, alma e corpo.

Uma pessoa com amargura contamina o ambiente, afasta Deus e as pessoas, isso leva ao isolamento espiritual, físico e familiar. Neste caso devemos nos arrepender, perdoar e renunciar em oração.

Existem coisas que se devem guardar e aqui fica evidente que devemos guardar coisas boas e descartar as ruins; devemos guardar coisas que nos deem esperança, alegria, paz e prosperidade. Precisamos também guardar a nossa vida espiritual colocando Deus e Seu Reino em primeiro lugar, depois nosso casamento, família e ministério.

O profeta Isaías declarou no capítulo 26 e versículo 9: Com minha alma suspiro de noite por tí oh Deus e, com o meu espírito dentro de mim, eu te procuro diligentemente; porque, quando os teus mandamentos e princípios reinam na terra, os moradores do mundo aprendem a justiça. Este texto mostra que é na alma e coração que está o desejo, vontade, decisão e diligência, é no coração que se expressa a busca diligente por Deus, pois é através dele quem vem as nossas expressões e ações.

Devemos guardar o nosso coração, pois dele procedem as fontes da vida. Tudo o que eu preciso para vencer e ser feliz estão no coração, então eu preciso protegê-lo e alimentá-lo com a verdade, não posso deixá-lo ser contaminado, pois nele está a fonte para a vida que regerá a minha história.

No livro de Lamentações 3:21 o profeta Jeremias diz: Quero trazer à minha memória aquilo que me dá esperança. Sabemos que aquilo que eu penso, desce para o coração e aquilo que desce ao coração é aquilo que eu falo e, segundo este princípio espiritual; eu sou resultado das minhas palavras.

Não tenho dúvidas, esta é uma questão absolutamente resolvida no plano de Deus para nós: O nosso coração é o lugar das nossas conquistas ou dos nossos fracassos, das nossas alegrias ou das nossas tristezas!

Hoje e agora o Senhor nos orienta a guardar o nosso coração. Isso porque o nosso coração possui uma chave que só pode ser acionada de dentro para fora! Ninguém pode violá-lo, nem Deus e nem o diabo, pois temos livre arbítrio, somos a imagem e semelhança de Deus, foi o próprio Deus que estabeleceu assim para nos proteger, somos nós que escolhemos quem deve acessar o nosso coração”.

Em provérbios 23:26 Deus nos faz um pedido, Ele diz: Filho meu, dê-me o seu coração; mantenha os seus olhos em meus caminhos. Deus esquadrinha, conhece e inclina nosso coração, mas não força e nem invade, Ele tem poder para isso, mas não o faz, pois seria ilegítimo as nossas decisões e sem valor pra Ele. Em apocalipse 3:20 diz que Jesus está batendo na porta do meu coração, se eu abrir Ele entra e tem comunhão comigo, se eu não abrir, Ele ficará do lado de fora da minha vida.

É por isso que muitas pessoas por falta de conhecimento abrem a porta do coração para o pecado, engano e mentiras e até para pessoas erradas. É dessa forma que o inimigo com o mal consegue entrar e destruir a fé das pessoas, as suas vidas e famílias. Deus enviou Jesus e sua Palavra escrita para nos alertar, ensinar, redimir, curar e libertar, pois a verdade sobre Jesus Cristo nos liberta para vivermos uma nova vida.

Somos uma igreja na visão celular, aqui desenvolvemos essas estruturas que nos permite a prestação de contas, onde uns cuidam de outros que se reproduzem na mesma essência! Ninguém pode viver sozinho, não podemos viver em uma ilha ou construir muros ao nosso redor, se o fizermos estaremos fadados a derrota, é viver lutando contra a verdadeira sabedoria!

Fazer parte da igreja como corpo de Cristo na terra é um grande privilégio, repartir do amor de Cristo com outras pessoas e cuidar uns dos outros, é um encargo de alegria e prazer. Precisamos uns dos outros!  

Por isso se integre na igreja através de uma célula e através dela numa equipe de discipulado para ser acompanhando (a) de perto na busca da cura e libertação. Agora em novembro teremos o Encontro com Deus, é uma ótima oportunidade para buscar mudanças necessária e assim avançar para coisas novas.

Líder, se tiver visitantes, leve-os a Cristo, faça o apelo e a oração de confissão de fé, depois ore junto com todos, coloquem estas prioridades diante de Deus.

Amamos você! Deus te abençoe poderosamente a sua vida e família!

Apóstolos Eliezer e Zenita

Imprimir
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta