Menu fechado

A paz que só Cristo pode nos dar

João 14:27

O resultado final da obra do Espírito Santo em nossa vida é a profunda e duradoura paz. Diferente da paz do mundo, normalmente definida como a ausência de conflitos e passageira. A paz de Cristo é uma certeza de segurança em qualquer circunstância; tendo-a, não precisamos temer o presente ou o futuro. Se a sua vida é cheia de preocupações, permita que o Espírito Santo encha-o com a paz de Cristo!

Em João 16:33 Jesus disse: Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo. Jesus disse aos seus discípulos para terem coragem. Apesar dos conflitos inevitáveis que enfrentariam, não estariam sozinhos. Jesus também não nos abandona em nossos conflitos. Se nos lembrarmos que a vitória final já foi ganha, poderemos declarar a paz de Cristo nos tempos mais desagradáveis!

1. Em Jesus, andamos pelo caminho da paz

Em Lucas 1:78,79 diz: Por causa das ternas misericórdias de nosso Deus, pela qual nos visitará o sol nascente das alturas, para brilhar sobre aqueles que estão vivendo nas trevas e na sombra da morte, e guiar os nossos pés pelo caminho da paz.

O cristianismo se distingue de todas as demais religiões, não somente por conferir aos homens aquilo que os corações humanos mais necessitam, a saber “a Paz de Deus”, que ultrapassa todo entendimento; mas também abre para nós o “único caminho para a salvação” que nos dará paz eterna.

2. Através de Jesus, você tem paz com Deus

Em Romanos 5:1 diz: Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo. Após aceitarmos Jesus como nosso Senhor e Salvador, temos paz com Deus, o que é muito diferente de termos sentimentos pacíficos, como a calma e a tranquilidade.

Ter paz com Deus significa estar reconciliado com Ele: Não existi mais hostilidade entre nós e o nosso Pai Celestial, nenhum pecado pode bloquear nosso relacionamento com Ele. Mas isso só é possível, porque Jesus pagou o preço por nossos pecados ao morrer na cruz e ressuscitar dentre os mortos.

3. Viva no Espírito e tenha paz

Quem vive segundo a carne tem a mente voltada para o que a carne deseja; mas quem vive de acordo com o Espírito Santo, tem a mente voltada para o que Ele deseja. A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito de Deus é vida e paz. (Romanos 8. 5, 6)

O Apóstolo Paulo, dividiu as pessoas em duas categorias: aqueles que se deixam controlar por sua natureza pecaminosa e aqueles que a renunciam e seguem o Espírito Santo. Todos nós estaríamos na primeira categoria se Jesus não tivesse nos oferecido um escape. Uma vez que tenhamos respondido sim a Ele, continuaremos a segui-lo porque Ele é o caminho que nos traz a vida e a paz eterna.

Devemos diariamente preferir conscientemente centralizar nossa vida em Deus. Ler a Bíblia, participar dos cultos, células, Encontros e discipulado nos ajuda a descobrir as diretrizes divinas, e segui-las, nos protege e nos projeta para um futuro seguro, eterno e prospero em Deus.  

4. A paz de Deus guarda o nosso coração e mente em Jesus, nosso Senhor

 Em Filipenses 4:6,7 diz: Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus.

 Quando invocamos a Deus, com um coração firme em Cristo e na sua Palavra, a paz de Deus transborda em nossa alma e toda aflição desaparece. Essa paz consiste em uma tranquilidade interior, que o Espírito Santo nos transmite. Envolve uma firme convicção de que Jesus está perto, e que o amor de Deus estará ativo em nossa vida continuamente. (Rm. 8. 15,16,28,32).

Quando colocamos diante de Deus, em oração, as nossas inquietações, essa paz ficará como guarda à porta de nosso coração e de nossa mente, para impedir que os cuidados e angústias perturbem-nos a vida e a esperança em Cristo (1 Pe. 5.7). Se o medo e a ansiedade tentarem voltar, serão bloqueados pela nossa oração profética, pela nossa fé e a nossas ações de graças.

5. Como portador da paz de Cristo, seja um pacificador

Em 1 Pedro 3:11 diz: Aparte-se do mal e faça o bem; busque a paz e siga-a. Frequentemente vemos a paz somente como a ausência de conflitos, e pensamos na pacificação como um papel passivo. Mas um pacificador efetivo procura ativamente a paz, construindo boas relações. O pacificador antecipa os problemas e lida com eles antes de acontecerem, se houver falta de paz em alguma situação ou entre pessoas, ele é um agente de Deus em Cristo Jesus para apaziguar conflitos.

A bíblia ensina que à medida que os conflitos surgem, devem ser discutidos abertamente e resolvidos antes que se tornem incontroláveis. Apaziguar pode ser um trabalho mais difícil do que travar uma guerra, mas resulta em vida e felicidade que muda histórias e históricos de pessoas, famílias, gerações e nações. Jesus é a nossa paz, nEle temos esperança com vida em abundância que começa na terra e continuará no céu.

Você crê? Quer receber esta paz profunda em seu coração que vem somente pela salvação em Cristo Jesus? Então ore comigo: Senhor Deus Todo Poderoso, eu creio em Ti e no seu Filho Jesus como meu Senhor e Salvador”. Peço a Ti perdão pelos meus pecados, entra na minha casa e muda a minha vida, quero receber a vida eterna que está em Jesus meu Senhor, me integro no Teu reino na terra pela Sua igreja em nome do Senhor Jesus. Amém!

Se você fez essa oração com sinceridade, meus parabéns! Bem vindo à família de Deus! Você agora está pronto para descobrir e começar a viver o propósito de Deus para sua vida. Recomendo que você nos conte, pois você precisará de apoio. Estamos a sua disposição!

Esta Célula pertence a Igreja Apostólica Corpo de Cristo, nossos pastores são os Apóstolos Eliezer e Zenita, estamos a sua disposição, os cultos da igreja reiniciaram com restrição, faça a sua inscrição!

Que o Espírito Santo fortaleza a todos, que haja paz e salvação na sua casa em nome do Senhor Jesus!

Um beijo no coração pelo messias a quem amamos de todo nosso coração!

Apóstolos Eliezer e Zenita

Imprimir
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta