Relacionamentos saudáveis, famílias curadas

Toda a sociedade humana está baseada em relacionamentos. Quando estes acontecem de forma saudável, projetos são executados; conquistas são alcançadas e o mais importante: A paz reina.

Normalmente, a falta de propósito, de sucesso e de harmonia na vida de alguém, está quase que 90% ligado a dificuldades de se relacionar. Relacionamentos são necessários, pois fomos criados por Deus para não ficarmos só, afinal, somos a Sua imagem e Deus se revela em relacionamento desde a criação, Deus não está só.

Em Genesis 2:18 e Salmos 68:6 vemos o projeto de Deus para que ninguém fique só e tudo começa na família. Duas são as famílias conhecidas por aqueles que creem em Jesus, a família biológica e a família da fé a igreja.

A família biológica (ou de sangue): pais, irmãos, tios, primos e avós foi a primeira que conhecemos e com quem nos relacionamos. A família da fé (irmãos em Cristo) foi um presente que recebemos quando decidimos fazer de Jesus nosso Senhor e Salvador e de Deus nosso Pai!

Ambas necessitam de algo para serem saudáveis: relacionamentos. Porém o mundo em que vivemos não trabalha, nem valoriza, muito menos ensina como termos relacionamentos saudáveis. O que na verdade vemos são distorções de valores, inversão de posições e competições que incitam brigas, discórdias e divisões. É uma pena um projeto tão lindo de Deus ser tão desprezado pela maioria das pessoas.

Para vencermos os desafios da vida e sermos plenos em Deus, precisamos analisar as motivações corretas do nosso coração e buscarmos fechar as possíveis brechas que dão legalidades para o mal entrar e causar estragos. Vamos trazer apenas três dicas práticas da Bíblia que é a palavra de Deus, ela nos ensina segredos simples para vencermos os desafios nos nossos relacionamentos e vivermos em paz, o que nos dará segurança para enfrentarmos as adversidades.

Vejamos:

1. Olhando para si e não para o outro: Normalmente queremos que a outra pessoa com quem nos relacionamos seja igual a nós ou como queremos que ela seja. Ninguém é igual a ninguém e o modelo a ser seguido é Cristo, eu devo olhar para Jesus e imitá-lo, isso vai refletir na vida de outras pessoas e todos nós seremos abençoados. Neste caso as pessoas que olharem para mim devem se parecer com Jesus na forma de pensar, falar e agir. Se parecer não é ser igual, pois Ele é perfeito e nós somos falhos.

O Apóstolo Paulo disse em I Coríntios 11:1: Sede meus imitadores, como também sou de Cristo. Isto é, querem se parecer com Jesus? Olhem para mim! Vemos na vida do Apóstolo Paulo erros e falhas cometidas na sua vida ministerial, mas a proposta bíblica é olharmos e focarmos nas qualidades de Cristo na vida das pessoas e não nos defeitos.

A bíblia diz em 2 Coríntios 13:5: “Examinem-se a si mesmos para ver se vocês realmente estão na fé. Não percebem que Cristo está em vocês?” A Bíblia nos incita a olharmos para nós primeiro. O julgamento precipitado pode afastar as pessoas mais próximas. Se examinar primeiro para não julgar ou condenar outros faz parte do relacionamento saudável.

2. Não aponte os erros do outro, mas as qualidades. Jesus disse em Mateus 6:23 “Se os seus olhos forem maus, todo o seu corpo estará em trevas”. Você consegue citar 10 qualidades do seu marido/esposa? Ou do seu líder/discípulo? A maioria de nós não sabe, mesmo não sendo um grande número. Por quê? A resposta é simples: ainda temos olhos maus, críticos e facilmente julgamos o outro. (Vamos fazer uma dinâmica: Faça pelo menos 3 elogios sinceros para quem está do seu lado). Elogiar faz parte do relacionamento saudável.

3. Renúncia ou abrir mão. Normalmente as pessoas assumem relacionamentos debaixo de emoção, e desta forma não atentam que todo relacionamento exigirá renúncias! Jovens casam-se sonhando apenas com a lua de mel, empreendedores fazem sociedades pensando apenas no lucro, e líderes e discípulos se aliançam apenas por empatia. Quando chega o momento em que os desafios requerem renúncia, as pessoas não estão preparadas, e o que vemos; divisões.

Renunciar faz parte da nossa vida cristã, familiar, ministerial e profissional, até porque nosso referencial Jesus, abriu mão de tudo para alcançar seu maior objetivo; a nossa salvação. Leia Filipenses 2:8-9. A renúncia é um caminho cujos resultados nenhuma outra atitude pode nos dar. O que você hoje precisa renunciar para crescer e ter sucesso? Renunciar faz parte do relacionamento saudável.

Este é o ano de tomarmos posse do Território da promessa! É o ano em ajustarmos nossos relacionamentos para vivermos a conquista. É o ano de vermos a salvação chegar em nossos lares e através dele alcançar muitas outras famílias.

Para que nossos relacionamentos sejam saudáveis, devemos mergulhar no mais importante deles, que é o nosso relacionamento com Deus, Ele quer que cresçamos no conhecimento dEle. Isso só é possível primeiro recebendo Jesus no coração (faca apelo aos novos) e segundo buscando intimidade com o Espírito Santo. Estar nos cultos, nas células e discipulado é fundamental para isso.

Prática: Lider, termine esta parte da célula orando por aqueles que precisam consertar relacionamentos em suas vidas. Ore para que eles liberem perdão, peçam perdão, renunciem o necessário, examinem-se primeiro e busquem a paz em Cristo.

AVISOS IMPORTANTES:

Se você ainda não pegou a sua pulseira do congresso, tem até Sexta feira, da tempo. Para quem vai de ônibus, ele vai sair da igreja as 8:00 horas em ponto. Para quem vai de carro, no local tem estacionamento. Nosso culto domingo será normal, as 18:00 horas, venham, será sobrenatural.

Amamos a sua vida, família, célula e igreja!

Apóstolos Eliezer e Zenita

Imprimir

Deixe um comentário