Menu fechado

Depressão, o mal deste século

Salmo 40:1-2

Em Ezequiel 37 fala sobre sobre a ressurreição em um vale de ossos secos como resultado da nossa fé e confissão, hoje vamos ensinar o caminho para sair do poço da depressão, pois este se tornou um mal neste século  e se os cristãos não tiverem cuidado, este se tornará um laço do inimigo. Um padrão de pensamento negativo, alimentado por muito tempo, pode desencadear a produção de hormônios prejudiciais da glândula pituitária (hipófise) e provocar enfermidades físicas danosas que podem não só desencadear, como piorar um quadro de depressão. Vamos falar de estágios e também da cura e libertação deste mal em nome do Senhor Jesus!

1. Estágios de depressão

A maioria dos conselheiros designa os estágios de depressão como: Moderado ou desencorajamento, desesperança e desespero. A maioria das depressões começa com desencorajamento, degenera-se em desesperança e, a menos que o padrão de pensamentos seja mudado, resultam em desespero. Uma vez que a linha de desespero é atravessada, é possível que a depressão se torne tão aguda que a pessoa perca o contato com a realidade e necessite de tratamento médico até para permanecer vivo.”

2. Desapontamento – Ponte para a Depressão

Nenhuma pessoa na terra tem todas as coisas acontecendo em sua vida do modo que gostaria que fosse. Quando isso acontece a primeira coisa que sentimos é desapontamento. Nada errado com isso. Mas é preciso saber lidar com este sentimento; do contrário ele se degenerará em algo mais sério.

O desapontamento é o primeiro passo para a depressão. Normalmente das centenas de casos de depressão, sem exceção, eles começam com um desapontamento ou uma experiência na qual a pessoa se desgostou. Embora o desapontamento seja a experiência de todo ser humano, você pode aprender a olhar para Jesus que nunca o desapontará.

O Apóstolo Paulo falou Filipenses 3:13-13 o seguinte: Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão. Ele nos ensina a deixar de lado as causas do desapontamento e voltar-nos para o alvo que está em Deus. Fazendo isso teremos um novo foco e prosseguiremos para o alvo sem permitir que o passado nos prenda.

Veja o que diz em Isaias 43:18-19 e 42:9-9: Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas. Eis que faço coisa nova, que está saindo à luz; porventura, não o percebeis? Eis que porei um caminho no deserto e rios, no ermo. Eis que as primeiras predições já se cumpriram, e novas coisas eu vos anuncio; e, antes que sucedam, eu vo-las farei ouvir.

Não se detenha conversando sobre os desapontamentos do passado, mas pense e fale sobre as esperanças do futuro. Você nada pode fazer acerca do seu passado, a não ser se arrepender, pedir perdão, renunciar e lançar para traz; de fato isso tem domínio sobre seu futuro, você pode viver o seu hoje intensamente, sabendo que coisas novas Deus fará em sua vida.

Veja o que diz em lamentações 3:22-23: As misericórdias do Senhor renovam se cada manhã. As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam-se cada manhã. Grande é a tua fidelidade.

Cada dia é o novo dia, com ele há uma nova chance de provar a bondade e misericórdia do Senhor; portanto, permita que Deus faça algo novo e maravilhoso em sua vida hoje. Não tenha medo de esperar em Deus. Coloque isto em seu coração: habitar no desapontamento custa caro. Custará a sua alegria, sua energia, o seu bem-estar, seus sonhos e projetos futuros. Mas a esperança nada custa, e pode trazer grandes lucros.  Em Romanos 5:5 diz: Ora, a esperança não confunde, porque o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo, que nos foi outorgado.

3. Expectativas frustradas – Base do Desapontamento

Normalmente as expectativas frustradas levam ao desapontamento. Todos nós temos expectativas acerca de muitas coisas: quanto ao que vai ocorrer no dia; quanto ao nosso trabalho; quanto à nossa vida espiritual, profissão, estudos, namoro (a corte), casamento, filhos, cônjuges, ministério, amigos, finanças etc. Temos expectativas acerca de nós mesmos e dos outros. Mas nem sempre essas expectativas são satisfeitas, o que nos leva a ficar desapontados até conosco mesmos. Também esperamos coisas de Deus que não estão dentro dos Seus planos.

Quando somos desapontados temos que tomar uma decisão sobre o que faremos e como responderemos. Duas pessoas podem ter a mesma experiência e reagir de modo diferente. Os problemas têm a dimensão que lhes damos. 

Se você deixar que o desapontamento povoe seus sentimentos por muito tempo, começará a sentir-se desencorajado. O desencorajamento é um pouco mais profundo do que o desapontamento e é, de fato aqui que começa o primeiro estágio da depressão. Como temos falado nas palavras de domingo, estas e outras coisas são laços que o inimigo coloca em nosso caminho, tome a decisão de não cair neles.

4. Desencorajamento – Primeiro estágio da Depressão

Os vários dicionários definem desencorajamento como “Falta de coragem; desânimo, desmotivação”.  Desencorajamento é o oposto de coragem. Ser forte e corajoso é a base para ter sucesso em todas as coisas. Em Josué 1:6 diz: Sê forte e corajoso, porque tu farás este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais.

Deus queria dar a terra ao povo, mas adverte a Josué que deveria manter a coragem. Se Deus encoraja, é porque Satanás tentaria desencorajá-los. Devemos conhecer as táticas de Satanás e resistir a cada um dos seus ataques. (1Pe 5:9). Em Provérbios 13:12 diz: A esperança que se adia faz adoecer o coração, mas o desejo cumprido é árvore de vida.

Aqui não é tudo sobre este tema, mas são os primeiros sintomas que uma vez identificados e vencidos, elimina o problema antes que fique grave. Numa outra oportunidade poderemos avançar neste tema. Sabemos que Jesus Cristo é a reposta para a cura e libertação de todo mal, mas não é automático, precisa aplicar procedimentos em um acompanhamento mais de perto, pois tudo começa na alma, a nossa esperança em Cristo e a certeza de uma vida eterna, gera abundância e ativa o gatilho da cura!

No amor de Cristo!

Apóstolos Eliezer e Zenita!

Imprimir
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta