A comunhão com o corpo de Cristo na igreja local

I Coríntios 12:12,13; Hebreus 10:25
 
"Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros do corpo, embora muitos, formam um só corpo, assim também é Cristo. Pois em um só Espírito fomos todos nós batizados em um só corpo, quer judeus, quer gregos, quer escravos quer livres; e a todos nós foi dado beber de um só Espírito. " (I Cor. 12:12,13).
 
"Não abandonando a nossa congregação como é de costume de alguns, antes admoestando­nos uns aos outros; e tanto mais quando vedes que vai se aproximando aquele dia” Hebreus 10:25
 
Quando recebemos Jesus Cristo como nosso Senhor e salvador, nascemos em Deus. O Espírito Santo nos coloca (batiza) dentro do corpo de Cristo e nos tornamos membros da grande família de Deus. Isto nos faz irmãos de todos aqueles que também receberam Jesus em suas vidas, mesmo se estiverem do outro lado do planeta. Por isso, quando nos encontrarmos devemos nos tratar como irmãos. Somos a família de Deus, temos a mesma semente (a palavra de Deus), e o mesmo Espírito (o Espírito Santo).
 
Porém, ao iniciarmos nossa vida com Deus, necessitamos ser cuidados, consolidados, protegidos, exortados, motivados, corrigidos, ensinados e discipulado. Algumas vezes precisamos ser carregados e perdoados, enfim, precisamos de um lugar onde possamos crescer e conhecer tudo o que o Senhor nos tem dado. Esse lugar é a igreja local. Bendita Igreja local e no nosso caso: IACC.
 
A igreja local é o lugar onde nos envolvemos em fidelidade, onde aprendemos a nos submeter uns aos outros, onde participamos de uma visão, onde nos comprometemos uns com os outros, onde somos edificados de uma forma equilibrada, onde aprendemos a levar as cargas uns dos outros, é a nossa família mais próxima. Todos os cristãos devem estar integrados numa igreja local, participando ativamente.
 
Somente assim a igreja no mundo será edificada. Esta é a forma bíblica de vivermos a vida cristã. Algumas pessoas ao receberem Jesus, erroneamente continuam independentes e frequentam uma ou outra igreja esporadicamente. Outras dizem: "Eu conheço as escrituras, faço as minhas orações, tenho o meu relacionamento com Deus e não preciso estar envolvido, com uma igreja". Estas pessoas são presas fáceis para o inimigo, pois, estão fora da vontade de Deus. A comunhão é algo fundamental e importantíssimo para todos nós, sem ela somos como a brasa longe do braseiro, logo o calor se apaga. Sem comunhão, somos membros fora do corpo e não recebemos a vida de Deus que flui entre nós. Sem comunhão somos tijolos fora da construção.
 
Assim como é impossível amar a Deus sem amar os irmãos, também não andaremos junto com Deus, sem andarmos junto com os irmãos. O relacionamento com Deus e com os irmãos são dois aspectos de uma mesma coisa, um não existe sem o outro. Os que se isolam, geralmente estão escondendo algo, ou são egoístas vivendo para si mesmos. Erram por não compreenderem a importância do corpo, se tornam fracos, doentes espirituais e alguns chegam até a morrer, pois o inimigo, que veio para roubar, matar e destruir consegue atingi-los com facilidade.
Pense um momento: se você fosse um lobo e decidisse investir contra um rebanho, onde colocaria o seu foco: na ovelha que está no meio do rebanho ou na afastada e sozinha?
 
"O que vive isolado busca o seu próprio desejo; insurge-se contra a verdadeira sabedoria”.  Provérbios 18:1 "Porque quem come e bebe, come e bebe para sua própria condenação, se não discernir o corpo do Senhor. Por causa disto há entre vós muitos fracos e enfermos, e muitos que dormem”. I Coríntios 11:29,30
 
Uma das coisas mais fundamentais na vida cristã é o nosso chamado para alcançar novas vidas e espalhar as boas novas do evangelho aos outros. Contudo, devemos lembrar que Deus edifica e expande a sua igreja mundial através da igreja local, ou seja, na medida em que participo da igreja local estou colaborando com a igreja geral, mundial (todas as igrejas locais na terra).
 
 Se eu não estiver edificando a igreja local eu não estou edificando como eu devo a igreja mundial do Senhor Jesus. A bíblia fala muito mais da igreja local do que da igreja mundial. Deus coloca máxima importância na igreja local, porque ela é o coração da igreja do Senhor Jesus aqui na terra.
 
 O apóstolo João em Apocalipse 1: 1 0-11: "ouviu a voz do Senhor Jesus por trás dele. Mas quando virou para ver o Senhor,” primeiramente ele viu os candeeiros de ouro (Ap. 1:12), e só depois viu o Senhor Jesus (Ap. 1:13). Os sete candeeiros são as sete igrejas locais (Ap. : 1:20).
 
Creio que simbolicamente, isto mostra que, para termos plena revelação do Senhor Jesus, necessitamos discernir a importância da igreja local. Onde estava Jesus? "No meio dos sete candeeiros" (Ap. 1: 13). No meio das igrejas locais. É impressionante a importância que Deus põe na igreja local, por isso todos os que creem em Jesus devem participar de uma igreja local.
 
Benefícios da comunhão na igreja local:
 
a) Experimentamos a vida em família. "Assim, pois, não sois mais estrangeiros, nem forasteiros, antes sois concidadãos dos santos e membros da família de Deus." Efésios 2:19
 
A vida em família é uma bênção, participamos de uma comunhão maravilhosa com o corpo de Cristo quando entendemos isso. Família é lugar de amor, de proteção, de aceitação de consolo, de comprometimento, de unidade e de vitória. Foi isso que Deus preparou para nós.
 
b) Somos edificados. Um bebê não sobreviveria sozinho, ele precisa de cuidados especiais. Assim também, quando nascemos em Cristo, necessitamos receber e aprender com nossos pais e irmãos mais velhos. Os discipuladores de nossa igreja são os primeiros pais espirituais que assumem a responsabilidade de alimentar e conduzir outros no caminho da verdade até que se firmem e cresçam diante de Deus e dos homens. Existem igrejas em que as pessoas vão somente para fazer campanhas e buscar uma bênção que estão necessitando. Não condenamos esta prática, mas isso não leva estas pessoas ao crescimento que necessitam.
 
c) Na comunhão temos força e proteção. Será muito mais fácil vencer as tentações e os desafios quando estivermos em comunhão, o relacionamento nos fortalecerá. Quando estamos no corpo, somos protegidos contra enganos, doutrinas estranhas e retaliações do inimigo. Não seremos um soldado sozinho no campo de batalha. Até mesmo a disciplina que recebermos será proteção.
 
d) Na comunhão, recebemos a vida que flui no corpo. A vida de Deus manifestada pela sua palavra e pelo seu poder flui no corpo. Os que estão integrados na igreja local recebem esta vida, pois, da mesma forma que o sangue é bombeado para todo o nosso corpo levando vida e energia, assim também acontece no corpo de Cristo. Aqueles que se distanciam, invariavelmente se enfraquecem e desenvolvem doenças.
 
e) Na comunhão temos poder. Porque Deus não nos chamou para andarmos isolados, Ele atrelou nossa vitória à comunhão. "…um só faz fugir a mil, e dois a dez mil." (Deut. 32:30). “É claro que faremos muitas coisas sozinhos”, mas, sem dúvida, alcançaremos nossas maiores vitórias juntos.
 
f) Na comunhão somos abençoados. Quando andamos juntos, no mesmo amor, na mesma fé, nos mesmos propósitos, a bênção de Deus é ordenada sobre nós. (Salmos 133)
 
g) Através da comunhão daremos testemunho de Jesus ao mundo. O nosso testemunho pode afastar ou atrair pessoas a Jesus. Quando vivemos em comunhão, atraímos outros que desejam a mesma; coisa. A comunhão testifica a presença de Deus em nosso meio. (João 17: 21,23)
 
Como participamos da comunhão?
 
A comunhão com uma igreja local é mais do que frequentar reuniões, é uma aliança entre nós. Cremos que o Senhor nos chamou para cumprirmos juntos o seu mandamento de fazer discípulos, alcançando nossa geração. Somos sal da terra e luz do mundo quando somos uma comunidade. Em nossa igreja temos dois tipos de reuniões: as reuniões de celebração com toda a igreja e as reuniões nas células onde se reúne um pequeno grupo.
 
Costumamos dizer que a igreja tem duas asas e ambas são necessárias para que alcemos vôo. As asas são estes dois tipos de reunião. Quando estamos todos juntos na reunião maior, louvamos e adoramos de forma especial e coletiva, recebemos uma palavra de edificação para toda igreja, oramos em concordância, guerreamos juntos contra poderes das trevas, etc. Na reunião da célula, temos comunhão íntima. Lá você será conhecido, aprenderá a compartilhar sua vida e experiências com Deus, receberá instrução específica, conhecerá irmãos de forma muito mais próxima, enfim, todo o cuidado, acompanhamento e desenvolvimento prático acontecerá na célula e no discipulado individual.
 
Quais são os objetivos básicos de uma a célula?
 
Os objetivos básicos de uma célula estão resumidos em quatro pontos:
Ganhar, consolidar, treinar (discipular) e Enviar.
 
É evidente que nos cultos, eventos evangelísticos, evangelismo pessoal através do nosso testemunho são formas de alcançar alguém para o reino, mas na célula se torna mais fácil alcançar por causa da comunhão entre as pessoas, a consolidação se torna mais natural por causa do relacionamento mais intimo, sendo que num grupo pequeno é mais fácil, o treinamento acontece naturalmente por causa da participação de todos no compartilhar, e na multiplicação as pessoas são enviadas. A visão não se resume nas células, pois sem os Encontros, escola de líderes, e as redes, etc., a visão não avançaria, por outro lado sem as células não conseguiríamos alcançar os objetivos principal da visão, ganhar, fazer discípulos e prepará-los para o ministério. Sem as células e o discipulado, perderíamos a essência de ser igreja.
 
Ganhar: Na célula todos se mobilizam para alcançar seus parentes, amigos e aqueles que nos cercam, cumprindo assim o ministério da reconciliação que foi dado para todo crente. Fazemos isso através de várias estratégias, procurando mostrar o único caminho que é Jesus, trazendo os novos irmãos para o ambiente de amor da célula.            A célula se torna uma família.
 
Consolidar: Os novos irmãos devem ser discipulados para que cresçam fortes e tenham saúde espiritual. O discipulado trará conhecimento da palavra de Deus, proteção, introduzirá um processo de paternidade espiritual e crescimento em todos os aspectos da vida cristã. O primeiro processo de discipulado começa com a consolidação de oito semanas, firmando as verdades de Deus na vida dos novos, em seguida vem o Encontro, Escola de líderes e ao mesmo tempo o discipulado de doze que é estar integrado em uma equipe de discipulado com doze pessoas. Depois disso você será instruído por seu discipulador sobre os futuros passos.
 
Discipular: A Palavra de Deus diz em II Timóteo 2:15 – Procura apresentar-te a Deus, aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a Palavra da verdade. Jesus disse em Mateus 28: 19,20 – Ide, portanto e fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas as coisas que vos tenho ordenado… É muito importante e fundamental participar deste discipulado, do Encontro, fazer a escola de líderes. O fato de estar em uma célula para estar integrado ao corpo de Cristo te levará a usufruir do suprimento de Deus. Desta forma você estará crescendo para crescer, frutificar, multiplicar e governar. Jesus disse que Ele é a videira e nos os ramos, e todos que estiverem ligados nEle darão frutos e estes frutos devem permanecer – João 15:1, 5, 16.
 
Enviar: Todos na célula são desafiados a exercerem o seu sacerdócio, ou seja, participarem ativamente aprendendo a alcançar outros. Você será preparado para ser um cristão forte e maduro, desenvolvendo uma liderança de sucesso e assim prosperará se tornando um ministro, um líder de célula.
 
Em Atos 2: 42 temos o fundamento das igrejas em células: “E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações”.
 
Esta é a nossa forma de ser igreja. Queremos edificar células fortes e espalhá-las por toda a cidade. A base de nossa igreja é formada por uma base de doze discípulos que estão desenvolvendo suas rede de apoio, de multiplicação e nestas as células se desenvolve, por isso não estamos preocupados em realizar muitas programações, principalmente aquelas que não cumprem um propósito.
 
Estamos focados nas pessoas e em vê-las crescendo em Deus, a fim de que experimentem a plenitude de Cristo. Fazemos isso através das redes de multiplicação, das equipes de discipulado e das células.
 
Como se integrar oficialmente no ministério da IACC – Ministério Penha?
 
Se você ainda não está integrado na igreja e tem sentido a direção de Deus de se integrar de forma oficial no ministério, o seu discipulador ou líder da célula te dará todas as instruções, ele é a pessoa indicada para te apresentar na igreja e direcionar ao ministério de consolidação para preencher a ficha de arrolamento. Cremos que isto é importante, pois simboliza nossa ligação e a aliança que é feita no espírito.
 
Você crescerá através do processo da visão que inclui, consolidação, Encontro com Deus, Escola de Líderes, Discipulado, equipe de doze, rede de multiplicação, células, etc.
 
O nosso desejo é que você seja muito abençoado (a) e possamos juntos viver a plenitude do amor e da comunhão que está preparada para aqueles que pertencem a Deus.
 
Seja bem-vindo(a) à família IACC!
Leia e medite agora e também durante a semana: desenvolvendo uma liderança de sucesso
1) I Coríntios 12:12, 13.
2) Hebreus 10:25.
3) Efésios 2:19.
4) Provérbios 18:1
5) Salmos 133.
 
Responda e compartilhe com seu discipulador:
1. Faça um comentário sobre o que você entendeu a cerca destes versículos que você acabou de ler, o que Deus falou ao seu coração?
 
2. Por que é tão importante andarmos juntos?
3. Qual a importância da igreja local?
4. Cite alguns benefícios da comunhão na igreja local. 
5. Quais são os objetivos básicos de uma célula?
 
Oração:
 "Querido Pai Celestial, eu te agradeço por preparares para mim um lugar de amor onde eu possa crescer em graça debaixo de tua proteção e cobertura. Eu te agradeço pela igreja local. Ensina-me a cada dia a amar os meus irmãos na mesma medida em que tenho recebido do teu amor. Abra os olhos do meu entendimento para eu possa compreender a importância da unidade do corpo de Cristo e estar inteiramente integrado nesta comunhão. Obrigado por ser um contigo e também com os meus irmãos. Eu te louvo por todos os irmãos que o Senhor tem levantado para me acompanhar e auxiliar, que tua bênção se derrame abundantemente na vida deles. Eu quero crescer e ser aperfeiçoado para que possa transmitir a outros tudo o que tenho recebido. Que o Senhor seja glorificado através da aliança de amor e unidade que temos uns com os outros. Eu oro no precioso nome de Jesus. Amém!”
 
 
MEMORIZE HEBREUS 10:25
 
Ap. Eliezer
 

 

Imprimir