Encontre sua Célula
Saiba qual a célula mais próxima de você! Procurar
Redes Sociais
30 outubro, 2018

Nossa identidade de vencedor

Evangelho de João 1:12; Romanos 8:37

 Hoje Deus quer pela sua Palavra deixar bem definido sobre a nossa nova identidade de vencedor e quem nós devemos vencer (nossos inimigos) e como vencê-los.

Quando nós nos convertemos a Jesus o Cristo, a palavra de Deus diz que nós nos tornamos filhos de Deus. Como filhos de Deus, temos a característica de vencedores. Porque? Deus é vencedor em tudo. Não há nada que Deus não possa vencer. Da mesma forma, nós como filhos dEle firmados em Seus princípios, nada poderá nos vencer. Nós também somos vencedores, aliás, a bíblia diz que somos mais que vencedores.

1) A nossa maior característica. Qual é a característica mais marcante de um vencedor? Com certeza é a vitória, é a conquista. Você sempre foi um vencedor? Pois a partir de agora é. Com certeza não estamos falando de um vencedor apenas nos moldes do que vemos no mundo. O vencedor no mundo vence nas coisas materiais e quase sempre perde nas questões emocionais e espirituais.

Os filhos de Deus são vencedores tanto nas coisas materiais, quanto nas emocionais e espirituais. Nosso objetivo não é ficar rico apenas de dinheiro, mas principalmente ricos da graça, do amor e poder de Deus. Nosso objetivo é sermos cheios da presença de Deus. O que queremos é fazer a vontade de Deus tanto para as nossas vidas quanto para as vidas das pessoas que nos rodeiam.

2) Todo vencedor tem um propósito. Qual é a maior vitória que um crente em Cristo pode alcançar? Todos nós temos um propósito a ser cumprido. Quando nascemos, nascemos para fazer algo. Esse algo foi definido por Deus antes de nascermos. Um dia estaremos diante do Senhor para prestarmos contas do propósito que ele nos deu para cumprir. Ser um vencedor significa que cumpriremos completamente esse propósito.

Muitas pessoas que conhecemos são muito vitoriosos aqui nessa terra. No entanto não estão construindo nada na eternidade. Como será quando chegarem lá? Não pense que esse problema será resolvido lá. A eternidade nós a construímos aqui e agora.

Você foi chamado para frutificar. A única coisa que levamos desse mundo são nossos frutos. Esses frutos consistem em nossa alma transformada pelo poder de Deus e as pessoas com as quais nós compartilharemos o que temos recebido de Deus, ganhando, consolidando, discipulando e enviando.

3) Os inimigos do propósito. Para cumprirmos esse propósito de vida nós temos alguns inimigos que se levantam contra nós. O primeiro deles é o diabo, o segundo é a nossa carne e por último o mundo. Como vencer cada um deles?

a) Como eu venço o diabo? Eu venço o diabo resistindo-o com a palavra de Deus. Não é possível vencer o diabo usando as mesmas armas que ele usa. Na arena dele ele é invencível. Temos que trazê-lo para os princípios de Deus e aí é impossível ele nos vencer. Jesus já venceu o diabo na cruz, o que temos que fazer é seguir o caminho do Senhor em fidelidade. Se na vida de alguém houver: opressão, medos, pavores, pânicos… isso é maligno. Esta pessoa precisa em Cristo resistir e tudo isso a deixará.

b) Como eu venço a carne? A forma de vencer a carne é enchendo-me do Espírito Santo. Não há outra forma de vencer a carne. Quando estou cheio do Espírito Santo eu fujo das coisas da carne. O diabo, a bíblia diz para eu resistir, mas a carne, a palavra diz para eu fugir. Ter uma vida de comunhão com Deus através da oração, adoração, meditação de Sua Palavra e estar integrado na igreja frutificando, me blinda contra as fraquezas e fragilidades da vida, fazendo de mim uma pessoa cheia do Espírito Santo.

c) Como eu venço o mundo? O mundo é o mais sutil de todos os nossos inimigos e talvez o mais difícil de dominar. Como eu o venço? Amando a Deus. Quanto mais eu amo o Senhor mais longe do mundo eu estou.

O mundo é a grande falsificação das coisas de Deus. Deus inventou a paz. O mundo também. Só que a paz de Deus não depende de contexto, mas a paz do mundo sim. No mundo só se está em paz se houver saúde e prosperidade e segurança ao redor.

A paz de Deus não depende de circunstâncias, ela é um estado de espírito. Deus é amor, o mundo criou a sensualidade para substituir o amor. O amor une pessoas para sempre. A sensualidade une pessoas em cima de um interesse chamado sexo. Quando ele acaba as pessoas que estavam unidas apenas nesta área, se separam, esse é o mundo. Fidelidade é um atributo de Deus e é incondicional. No entanto a fidelidade do mundo depende do interesse da pessoa.

Se você ama o mundo, jamais amará a Deus. Se você ama a Deus jamais amará o mundo. São excludentes. A amizade do mundo é inimizade contra Deus, pois, os dois são de naturezas e propósitos distintos. Você tem problema com o mundo? O mundo te seduz, te atrai? Você vira e mexe está completamente envolvido com o mundo? Ame Deus de verdade e você terá total domínio sobre ele.   (Tiago 4:4; I João 2:15-16)

Enfim, nós fomos chamados para vencer. Tanto o diabo, quanto a carne, quanto o mundo. Faz parte de nossa identidade vencer. Por isso não aceite derrotas. Algum desses inimigos tem te vencido? É o diabo? Então resista com a palavra de Deus. É a carne? Encha-se do Espírito Santo e você dará conta de fugir dela. É o mundo? Então ame a Deus com toda a sua força e sirva-o de coração e você terá total controle sobre o mundo. Lembre-se, amar e servir é uma decisão!

Quem entendeu sua nova identidade e quer se posicionar contra o inimigo que está te vencendo? Não importa o que seja: ou o diabo ou a carne ou o mundo, diga amém!

Prática: Verifica se tem alguém que precisa de uma oração específica, depois ore por todos citando estas três áreas a serem vencidas, no final faça o apelo aos visitantes orando com eles a oração da confissão da fé em Jesus!

Atenção Líder, avise a todos por favor: A partir de novembro a santa Ceia todos os meses será no segundo domingo, a próxima Ceia será dia 11 de novembro.

 

Amamos vocês!

 

Apóstolos Eliezer e Zenita

Imprimir
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •