Encontre sua Célula
Saiba qual a célula mais próxima de você! Procurar
Redes Sociais
7 outubro, 2019

A graça de Deus – Parte II

Efésios 2:8-10; Romanos 6:1-4

 A graça de Deus nos qualifica para salvação. A definição teológica de graça é “favor imerecido”, é Deus dando e fazendo tudo para quem não merece nada. Precisamos ser o povo da graça, que é gracioso, que é generoso, que estende a mão, que dá gratuitamente, que não cobra, que não exige merecimento nenhum, um povo que está com o braço estendido para quem quer que seja, não importando a condição daquela pessoa.

O verdadeiro cristianismo revela o desejo daqueles que creem em Jesus em corresponder ao amor de Deus revelado na cruz do calvário. A nossa fé em Jesus nos levou a uma entrega, Ele morreu por nós para que vivamos por Ele e para Ele até o fim!

  1. A graça e a matemática de Deus

 Em Romanos 5:20 diz: Sobreveio a lei para que avultasse a ofensa; mas onde abundou o pecado, superabundou a graça. Isto é, veio a lei para mostrar o que é pecado, mas onde cresceu o pecado, super cresceu a graça, a graça é maior para sufocar o pecado e suas consequências, tudo pela fé!

 Todos sentem que, diante da injustiça, algum preço tem que ser pago. Um estuprador de criancinhas não pode simplesmente sair livre; um assassino não pode simplesmente dizer: “sinto muito”.

A graça é baseada no preço que Jesus pagou na Cruz. E, por­que já foi pago, Deus não cobra coisa alguma. A graça de Deus altera a Sua matemática. Pela lógica, onde há mais erro, mais injustiça e onde há mais crime precisa haver mais polícia, mais punição, mais castigo. Mas a graça não é humana, não é deste mundo. A graça veio do céu, ela desceu com Jesus. Jesus é a encarnação da graça de Deus, do amor de Deus por nós.

Em João 1:17 diz: Porque a lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo.

O filme “O Ultimo Imperador” conta a história do último imperador da China. Narra o filme que, em sua infância, se o imperador fizesse algo errado, ele não poderia ser castigado. Então um servo apanhava em seu lugar. A mesma coisa aconteceu conosco. Nós havíamos pecado, mas Jesus Se fez servo e sofreu a punição em nosso lugar. Ele Se fez servo para fazer de você um filho do imperador criador dos Céus e da terra, o Todo Poderoso. Se você nasceu de novo, você agora é filho de Deus, aquele que impera sobre tudo.

 2. A parábola da ovelha perdida

Em Lucas 15.1-7 diz: Aproximavam-se de Jesus todos os publicanos e pecadores para o ouvir. E murmuravam os fariseus e os escribas, dizendo: Este recebe pecadores e come com eles. Então, lhes propôs Jesus esta parábola: Qual, dentre vós, é o homem que, possuindo cem ovelhas e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove e vai em busca da que se perdeu, até encontrá-la? Achando-a, põe-na sobre os ombros, cheio de júbilo. E, indo para casa, reúne os amigos e vizinhos, dizendo-lhes: Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida. Digo-vos que, assim, haverá maior júbilo no céu por um pecador que se arrepende do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento.

Jesus sempre mostrou muito maior simpatia por pessoas honestas. Pecadores, sim, mas pecadores que honestamente assumiam seus erros e procuravam mudança. Ele rejeitava os fariseus pela hipocrisia, pois eles se faziam de certinhos, bonitinhos, santinhos, enganando a si próprios (e tentando enganar a Deus), pensando não terem erros.

A graça de Deus foge completamente da nossa visão comercial. Ninguém deixaria noventa e nove ovelhas no deserto para buscar apenas uma que se perdeu. Enquanto estivéssemos procurando a ovelha perdida, um lobo ou ladrão poderia vir e levar as que ficaram. Mas essa não é a lógica de Deus. Jesus, o bom pastor, está atrás dessa ovelha perdida e àquelas que ficam aguardando no deserto ou no aprisco estarão protegidas por Ele.

Agora no natural o rebanho quando fica no deserto sem o pastor, fica sobre os cuidados da ovelha líder, a Nahal, um tipo de Timóteo ou líder em treinamento, ajudante do pastor ou do líder na célula ou um doze da primeira geração, quando o rebanho está no deserto, elas são orientadas pela ovelha Nahal e suas ajudantes a se unirem ficando ao redor das mais novas e se fortalecem!

Se você fosse o único pecador na face da Terra, Jesus ainda assim viria morrer em seu lugar, porque Ele o ama e lhe conhece pelo nome. Você consegue perceber esse amor em sua vida? Quando conseguimos compreender esse amor, ele nos cura e altera completamente a nossa vida.

Eu sirvo a Deus porque essa graça me conquistou. Eu amo o Senhor Jesus. Eu amo a Sua presença. Eu amo o Seu amor. Para mim não há alegria maior que a Sua unção e a Sua voz suave sussurrando ao meu coração. Eu amo a Sua Palavra, as Suas promessas, a Sua vida residente em mim. Eu amo o Senhor que fala comigo pelo Espírito Santo que habita em mim. Continua…

 Compartilhar: Esta palavra falou com você? Compartilhe conosco!

Líder no final ore por todos, profetiza céus abertos e vidas resgatadas para o Senhor Jesus aqui na Célula e nos cultos na igreja!

Próximo domingo falaremos direto de Israel no culto as 19:00 horas, debaixo dos céus de Jerusalém abençoaremos a vida de todos e a igreja como Corpo de Cristo! Esteja no culto próximo domingo e participe!

Amamos você!

Apóstolos Eliezer e Zenita!

Imprimir
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •