Encontre sua Célula
Saiba qual a célula mais próxima de você! Procurar
Redes Sociais
24 julho, 2018

24/07/2018 – O poder explosivo da unidade contra o inimigo

Gênesis11:1-9

Neste texto de Gênesis 11:6 Deus faz uma grande declaração do poder da unidade em uma situação negativa, pois os homens daquela época estavam unidos para fazerem o nome deles conhecidos e tentar confrontar a Deus dizendo, nesta torre estaremos protegidos, agora  imagine quando estamos unidos pela coisa certa, fazendo a vontade de Deus, Ele se moverá em nosso favor e o inimigo ficará prostrado diante de nós, pois haverá uma explosão de poder para vencer e conquistar por causa da nossa unidade!

O princípio da explosão

A nossa fé na Palavra de Deus deve gerar em nós o mesmo parecer. Isso gera energia para derrubarmos as portas dos inimigos e apossarmos dos territórios roubados por ele. Aqui está um dos principais segredos para vitória, se quisermos atravessar esses dias de grandes lutas para a grande explosão que Deus tem preparado para nós como igreja nesta geração, será necessário ter o mesmo parecer alinhado com o raciocínio de Deus revelado em Sua Palavra – 1Coríntios 1:10.

1. O poder da unidade gera comprometimento com os líderes, com os discípulos e com o Senhor. Se queremos ver a explosão prometida por Deus a nós, precisamos aprender a nos comprometer uns com os outros. A bíblia nos garante através do Senhor Jesus que quando “dois ou três concordarem a respeito de qualquer coisa na terra, será assim concordado nos céus, pois o que está ligado na terra em unidade, estará ligado no Céu” – Mateus 18:18-20

2. Precisa haver um comprometimento em cada nível de relacionamento. Isso deve começar entre os doze da primeira geração com os Apóstolos, os doze das demais gerações com os seus discipuladores e os discípulos das células com seus líderes, no final a igreja estará alinhada com os seus sacerdotes.

Se falharmos nisso jamais veremos o mover de Deus em explosão entre nós no processo de crescimento, pois “uma casa dividida não subsistirá”. A oração perseverante em consagração nos leva ao processo de aperfeiçoamento e isso traz o poder, por outro lado, a autoridade que derrota o diabo, que move o Céu em nosso favor e nos respalda para conquista vem pela submissão, a submissão consolida a unidade removendo as lacunas deixado pela soberba. A soberba é a mãe da divisão e suas lacunas se chamam orgulho.

A submissão é antes de mais nada comprometimento, nossos membros chamados braços, mãos, dedos, pés, etc., precisam estar comprometidos com os comandos da cabeça, sem isso o corpo estará deformado na caminhada e na execução das tarefas definidas pelo criador.

Jesus Cristo é o padrão perfeito de autoridade, pois foi modelo de submissão, tanto a Deus nosso Pai na missão que Ele lhe confiou para fazer, mas também aos seus pais, a João batista e autoridades da época. Jesus tinha autoridade por se submeter, Ele estava comprometido. O resultado da submissão é respaldo da parte de Deus na nossa direção para exercermos autoridade nos territórios confiados a nós. Se queremos avançar nesses dias necessitamos aprender a andar em submissão, em comprometimento.

Até que ponto você está comprometido com a sua cadeia de autoridade?

Se falamos ou ouvimos alguém falando mal a respeito de alguém da cadeia de autoridade e nos calamos sem defender, denunciamos que ainda não estamos comprometidos no nível de unidade esperado por Deus.

Veremos um grande mover de Deus quando nos dispomos em andar em unidade. A submissão segundo a bíblia nos dá um padrão de comprometimento com Deus, Apóstolos, pastores, lideres e igreja. O comprometimento da equipe com Deus e com os líderes e companheiros, nesta caminhada da fé, se chama “unidade”, isto significa ser um no reino do Messias na terra e no céu.

Como obter essa unidade?

1. Falando a mesma coisa, estarmos inteiramente unidos por um propósito maior, sem divisão.

2. Ter a mesma disposição mental, pensar igual, pensar a mesma coisa. Isso significa que temos a disposição e atitude de se dispor a pensar igual, pois nossos pensamentos se baseiam na Bíblia, estamos alinhados com os pensamentos de Deus. Isso aponta para o mesmo parecer. Disposição para confirmar que estamos submissos a Deus, sua Palavra e seus ungidos estabelecidos por Ele para nos guiar, ensinar e proteger.

Se queremos prosperar e comprar o prédio, se buscamos avivamento, a vitória na guerra e na conquista de milhares de vidas, temos que andar por esses princípios, principalmente nesses dias.

Em Romanos 15:5,6 mostra que Deus é a razão de tudo, pois quando andamos em unidade em Cristo, acolhemo-nos uns aos outros, todos são cuidados, apascentados, protegidos para crescer, sempre tendo o mesmo sentir uns pelos outros. Nisto Deus Pai é glorificado e nós ficamos blindados, o inimigo não entra, mas nós avançamos e derrubamos as suas portas, resgatamos as vidas que estão cativas e as levamos para o caminho do Céu.

Devemos orar para que Deus nos conceda o mesmo sentir, precisamos nos dispor a isso, pois Deus ama as pessoas. O Céu se uniu para reconciliar o ser humano com Deus, por isso Jesus veio e sua morte e ressurreição uniu a terra com o Céu.

Não quero viver apenas para mim mesmo, mas quero viver para cumprir o propósito que está escondido no coração do Senhor que aponta para o resgate de vidas, quero ir além de mim mesmo e alcançar outros para viverem o mesmo propósito. Trabalhamos para um dia vivermos unidos na eternidade com Deus no Céu, mas enquanto estamos aqui na terra em unidade, com mentalidade de equipe, receberemos a vida e vida em abundância prometida por Jesus Cristo no evangelho de João 10:10.

Prática: Orar pela unidade no casamento, família, célula, doze e igreja! Orar pelos visitantes e fazer o apelo. Ore pela cadeira vazia. O compartilhar é opcional, só se houver abertura para isso.

Atenção: Próximo culto é o culto do amigo, ore hoje por nomes de pessoas que cada um vai convidar.

Meta da célula: 3 pessoas, já ore por elas e as convide!

 

Amamos você!

 

Apóstolos Eliezer e Zenita

Imprimir

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •