Encontre sua Célula
Saiba qual a célula mais próxima de você! Procurar
Redes Sociais
15 outubro, 2014

Nossa liderança gera legado para nossa descendência

Juízes 6:1 a 6, 11 a 16, 25 a 32;  7:1 a 7,  8: 22 a 24, e  9:1 a 21.

A história de Gideão, contada no livro de Juízes do cap. 6 ao cap. 9 nos revela que a nação de Israel neste tempo, estava oprimida pelos midianitas, amalequitas e ismaelitas que invadiam seu território, queimavam suas lavouras e roubavam os animais e os frutos da terra.

Israel fizera o que era mal aos olhos do Senhor e esta sua fragilidade ante os inimigos, era consequência de seus pecados, pois naqueles dias o povo adorava a Baal. Apesar de seu desvio, clamavam ao Senhor. O Senhor compadecido de seu povo, atendeu seu clamor e levantou a Gideão como um libertador e o orientou a pelejar contra os numerosíssimos exércitos inimigos.

A primeira instrução do Senhor foi que Gideão destruísse o poste-ídolo de Baal que havia na casa de seu pai. Feito isto, Gideão passou a ser chamado de Jerubaal e arregimentou mais de 22.000 homens para a peleja, mas o Senhor lhe disse: É demais o povo que está contigo para que eu entregue os midianitas nas tuas mãos, Israel poderia se gloriar contra mim, dizendo: A minha própria mão me livrou.

Foram dispensados então, todos os homens tímidos e medrosos e com apenas trezentos valentes, Gideão orientado pelo Senhor desceu contra o arraial dos midianitas, que foi entregue de forma sobrenatural, nas mãos de Israel.

Após tão grande vitória, Gideão tornou-se um herói, e foi convidado pelo povo a governar sobre Israel, mas a resposta de Gideão foi: vs. 23, Não dominarei sobre vós, nem tampouco meu filho governará sobre vós, o Senhor vos governará, vs. 24 Disse-lhes mais Gideão: Um pedido vos farei : dai-me vós cada um as argolas do seu despojo ( porque tinham argolas de ouro, pois eram Ismaelitas). Ao assim proceder, Gideão cometeu dois grandes erros, que lhe custaram a vida de seus setenta filhos.

O primeiro erro foi, ao ser convidado para ser líder Gideão dizer: O Senhor vos liderará. É um engano pensarmos que tudo na vida cairá do céu e que tudo será realizado por Deus. É certo que nada acontece na terra sem a permissão de Deus, mas há duas jurisdições diferentes como está escrito: Os Céus são Céus do Senhor, mas a Terra, Ele a deu aos filhos dos homens. Deus vai nos liderar e nos conduzir usando pessoas que Ele ungira sobre nós.

Tudo que acontece no Céu é realizado por Deus por meio de seus anjos e na Terra de igual maneira, Deus usa aos homens que são governados pelo seu Espírito. O que alguns Cristãos ainda não entenderam, é que algumas coisas só Deus faz, e que há outras que Ele nos deu a fazer e não as fará por nós, mesmo poque Ele estabeleceu leis espirituais e físicas.

A Igreja de Jesus precisa entender que é através dela que o Senhor quer transformar todas as coisas na Terra e que sendo assim, precisa assumir sua posição individual e corporativa de liderança, ou seja, precisamos entender que: Na Terra, Deus governa através de nos. Na Terra, Deus governa através de mim. (repetirem 3x).

O segundo grave erro de Gideão, foi ter rejeitado seu chamado à liderança por uma evidente cobiça somente por valores materiais (argolas de ouro do vs. 24) Algo que sempre roubou o foco e a unção de muitos líderes e ministérios, é a cobiça ou a preocupação excessiva pelos bens materiais.

Existem pessoas com motivações erradas, que foram enganadas pelo maligno, pessoas que estão intensamente concentrados apenas na busca por sobrevivência ou por enriquecimento, cumprindo-se assim a exortação divina que está em Ageu cap. l: 8 e 9 onde o Senhor diz: Subi ao monte, trazei madeira e edificai a casa, dela me agradarei e serei glorificado, diz o Senhor. Esperastes o muito, e eis que veio a ser pouco, e esse pouco quando o trouxestes para a casa, eu com um assopro o dissipei. Por quê? Diz o Senhor dos Exércitos, por causa da minha casa, que permanece em ruínas, ao passo que cada um corre por causa da sua própria casa.

Depois do assassinato de seus 70 irmãos, Jotão, filho de Gideão, proclama uma sentença, descrevendo exatamente a atitude de omissão das árvores boas (que representam a nós os justos) em assumir o poder, deixando assim o caminho livre para que o espinheiro (os ímpios) ascendesse ao poder.

A Bíblia diz que quando o justo governa o povo se alegra, mas que quando o ímpio governa o povo geme. A atitude de liderança que Deus espera de nós, não é só o emergir de cristãos a cargos políticos, mas que cada um exerça sua influência ganhando vidas e fazendo discípulos, porém por medo, baixa estima e até egoísmo, muitos ainda rejeitam a seu chamado, como o fez Gideão.

O apólogo de Jotão mostra um quadro semelhante ao da vida cristã de hoje: Entre as árvores boas, ninguém tinha tempo para ser líder, pois todos estavam ocupados com o que lhes agradava a alma e seus próprios anseios (minha doçura, meu óleo e meu vinho, isto hoje pode corresponder a, minha família, meu trabalho, meu lazer).

Este pecado de omissão e negligência, se consuma na vida da igreja, quando nos recusamos a nos preparar para a liderança, não nos comprometendo numa célula, não nos firmando na escola de líderes ou no discipulado, não exercendo nossa liderança espiritual, como líderes de células (não há nada que transforme mais a sociedade do que fazermos discípulos para Cristo).

Gideão conquistou o território e o coração do povo, mas não completou o desígnio de Deus que era governar e manter-se na liderança, para que o mal não se levantasse. A semelhança dele, pecamos quando não supervisionamos nossa conquista, deixando que os discípulos se afastem por nossa falta de liderança.

Ao recusar-se a governar, Gideão desprotegeu sua descendência e sua nação, pois a omissão dos justos, dá lugar ao governo dos perversos. Porque Gideão recusou liderar, sua descedência e milhares de pessoas de Israel morreram e houve muita maldição, pois na falta de liderança, muitos se desviaram para o mal.

Este estudo nos exorta a não desprezarmos nossa liderança como líderes de uma célula, de uma equipe de 12 e deste grande mover de avivamento que é a Visão Celular, pois ao assumirmos nossa posição em Cristo, sendo cabeça e não calda, estamos assegurando um futuro e uma nação melhor, para os nossos filhos biológicos e espirituais. A nação que nossos filhos terão amanhã, é aquela que estamos construindo hoje.

Ministração: Orar para que todos na igreja assumam sua posição como líderes e que o Senhor envie mais e mais ceifeiros para sua seara ENDJ.

 

Aps. Fábio e Claudia Abbud

 

Aps Eliezer e Zenita

Imprimir
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •